CAVAQUINHO NOTA dez PROFESSOR ROBERTO JUNIOR

From Phonographic Science
Jump to: navigation, search

Aprendendo Violino Sozinho



As pessoas dançaram até depois de o sol raiar no Sónar, o festival anual de música eletrônica de Barcelona. O último DJ manteve o baixo pulsando até as 7 da manhã. O Sónar une a a cultura noturna da Espanha ao vigor eufórico dos fãs de techno, house e outras variedades de música que recorrem às máquinas para causar movimento e suor.



O festival deste ano, que aconteceu de quinta-feira a domingo, foi a 24ª edição anual do Sónar, e a mais movimentada, com 123 1 mil espectadores. O Sónar ficou uma faculdade na Europa e uma marca potente o bastante para que edições derivadas tenham surgido em Reykjavik, Buenos Aires e Tóquio, entre novas cidades. Na sua cidade natal, a versão original, realizada a cada junho, atrai os principais músicos cujo aparelho oficial é o laptop.



No fim de semana duradouro do Sónar, até já músicos que não exercem porção do elenco de 140 atrações do 2018 Qual É A Chave? correm a Barcelona para fazer shows paralelos em bares, casas noturnas e armazéns. A expectativa do festival é claramente futurista, com uma conferência paralela - Sónar Plus D - que mostra inovações em realidade virtual e permite que músicos e inovadores do software se encontrem e troquem ideias.






E os artistas convidados pro evento honram o passado e o presente da música eletrônica, com shows de Cerrone, hip-hop dos anos noventa tocado pelo De La Soul e grime britânico contemporâneo, com Giggs. O Sónar acontece em Filho De Peixe: Conheça De Perto Pedro Baby, O Guitarrista Mais Concorrido Da MPB diferentes, o Sónar by Day e o Sónar by Night, os 2 desenvolvidos em centros de exposições. Afinador Online Para Violão E Guitarra Com Metrônomo /p>


Os 4 palcos e a exposição sobre tecnologia do Sónar by Day ficam a um quarteirão da histórica Plaça Espanya. Enquanto isso, o gigantesco Sónar by Night tem múltiplos espaços em tamanho arena, e oferece shows capazes de lotá-los. O festival fornece espaço ao experimental entretanto assim como quer satisfazer as multidões, misturando o sutil e o nem ao menos em tal grau, com shows menores pra espaços fechados e espetáculos sísmicos de música eletrônica capazes de lotar estádios.



Björk veio com teu laptop, um vistoso trajes branco que culminava numa máscara, um chapéu de abas largas, e um palco repleto de verde pra teu set de quatro horas como DJ na abertura do Sónar, quinta-feira. Foi uma excursão por uma mente musical inquisitiva e abrangente, que mistura tempos, texturas, climas e continentes.



No decorrer do caminho, em combinações a todo o momento plausíveis, Björk apresentou meditações melódicas, passagens orquestrais, faixas de dança enxutas em vários idiomas, noise eletrônico brutalmente percussivo e pop alegrinho - uma fantástica antevisão do festival que estava começando. A presença de três bateristas deixava claro o viés exagerado do Soulwax, um grupo belga com uma conduta sardonicamente agressiva com conexão ao pop e à tecnologia.